Make your own free website on Tripod.com

Ortodoxia 2000

Voltar a Ensaios

As diferenças entre as Bíblias Católicas e Protestantes.

[Por José Lauro Strapasson]

As diferenças entre as bíblias Católicas( Ortodoxa ) e Protestantes.

A diferença entre as Bíblias católicas e protestantes é a seguinte. Houve um período onde muitos judeus se dispersaram da Judéia e foram para lugares de língua grega como Antioquia. Os livros que foram escritos pelos judeus da diáspora em grego e mesmo em hebraico que apareceram na chamada versão grega dos 70 ou septuginta do antigo testamento não foram aceitos no século I pelas autoridades judaicas no seu antigo testamento em hebraico. Esses livros são Judite, Tobias, 1 e 2 Macabeus, Sabedoria, Eclesiástico (ou Siracida), Baruc, a carta de Jeremias e partes de Ester e Daniel. Dai devido a essa influencia judaica houve relutância na aceitação ou não desses livros pelos cristãos. Os católicos romanos aceitam esses livros como sagrados, os ortodoxos a exceção da Igreja da Rússia aceitam igualmente e já os evangélicos ou protestantes os consideram apócrifos (quer dizer não inspirados). Vale ressaltar que Lutero originalmente incluiu esses livros na sua tradução da Bíblia embora os tenha posto a parte. Para as igrejas católicas e ortodoxas a versão grega do antigo testamento era a usada pelos apóstolos e por isso deve-se preferi-la. Para a Igreja Ortodoxa inclusive deve-se ressaltar que onde a versão grega e a hebraica divergem eles consideram a grega como correta!! Exemplo disso é famosa passagem onde a "jovem dará a luz" que no grego se lê "A virgem dará a luz". O motivo para isso é que as modificações na versão grega também teriam sido inspiradas pelo Espírito Santo. Na minha opinião devemos manter o costume dos primeiros cristãos! Os judeus não aceitam o Novo Testamento inteiro e nós da mesma forma não aceitamos o Talmude.

Os católicos romanos falam que 2Macabeus prega a oração pelos mortos! O que levaria a crença no purgatório! 2Macabeus na verdade é um resumo de 5 livros e a oração pelos mortos é um erro de interpretação do abreviador! De qualquer modo a oração pelos mortos não implica na existência de purgatório! A Igreja Ortodoxa reza pelos mortos mas nem por isso crê no purgatório. Na verdade o simples crer em Deus e na ressurreição já é o suficiente para justificar o ato de rezar pelos mortos.

(Visão Católica do Purgatório, botão salta para o texto).

No passado havia outras diferenças entre bíblias católicas e protestantes. Todas as bíblicas católicas bem antigamente eram traduzidas da versão latina de São Jerônimo, chamada de Vulgata, e considerada pelo concílio de Trento a "Única verdadeira" Também havia a necessidade de autorização que era o famoso "IMPRIMATUR". Graças a Deus tudo isso acabou! Um costume ainda em voga é que as versões católicas são fortemente "introduzidas" e "comentadas" mas em minha opinião isso é uma coisa boa!
 

É importante não confundir os deuterocanonicos do antigo testamento tido por apócrifos pelos protestantes com os realmente apócrifos do antigo testamento (chamados de pseudo-epigrafos pelos protestantes) e os apócrifos do novo testamento. Os apócrifos do Novo Testamento em especial são livros que até foram proibidos e até teriam sido mandados para a fogueira mas não estão escondidos a 7 chaves não! Se você assistiu o filme "Estigmata" vai ficar com essa impressão! Em qualquer livraria você acha os apócrifos! Até em e-books. Eu tenho um volume "Apócrifos e pseudo-epigrafos da Bíblia" da editora Novo Século cujo único defeito é justamente a falta de introdução e referencias! Qual é a origem dos apócrifos? Bom, muita gente queria escrever sobre Jesus! Mas nem todos o conheciam suficientemente bem! Muitas coisas foram aumentadas! Muitas coisas inventadas apenas para satisfazer a curiosidade das pessoas sobre a vida de Jesus! Coisas absurdas, milagres extravagantes! Já os livros canônicos são os que foram aceitos por todos desde o tempo de Eusébio e sua história eclesiástica! Mas isso não significa que tudo nos apócrifos seja lixo! Não! São úteis! Podemos lê-los numa boa, mas nunca confiar completamente neles! Um apócrifo muito bonito que gosto bastante é o Proto Evangelho de Tiago que conta a história de José, seus filhos do primeiro casamento, a entrada de Maria no templo, etc, mas que também não tira e não adiciona nada a fé como alias nenhum apócrifo o faz!

[Por José Lauro Strapasson]

Visão Católica do Purgatório.

Os Padres na Igreja Católica ensinam que desde o começo da Igreja há um lugar espiritual de purificação para onde as almas iriam depois da morte. Porém este lugar espiritual somente foi chamado de PURGATÓRIO pelo Papa Inocêncio IV, no ano de 1234. Entretanto no Concílio de Florença em 1439 o purgatório foi promulgado no sentido dogmático através de um decreto chamado: Laetentur Caeli. Os teólogos e os Santos Padres deste concilio se basearam em 2 Macabeus 12, 38-46 Mateus 18,34-35: I Corintios 3,10-17; Mateus 18, 34; Lucas 12, 58-59; Mateus 5, 23-26.

IMPRIMATUR: Este ainda é usado não somente nas bíblias, mas em diversos livros editados por editoras católicas. Tratasse de comprovar que o documento escrito tem aprovação de uma autoridadde

Visão da Virgem de Fátima e as almas no purgatório


Voltar a Ensaios


| Página atualizada em 16 de fevereiro de 2006 |